Vigilante que foi preso confessa furto de objetos do Fórum de Maringá

A Polícia Civil de Maringá prendeu um homem que estava praticando crime dentro do próprio ambiente de trabalho. Wesley Sano, de 40 anos, que trabalha como vigilante há 7 anos, estava prestando serviço no Fórum de Maringá que fica na Avenida Tiradentes. Sano trabalhava armado e no período noturno fazia as rondas no interior do fórum.
Dezenas de objetos como relógios, celulares, pratas de bali, vídeo game e outros aparelhos começaram a sumir de um dos locais. A Polícia Civil foi comunicada sobre o furto e começou a investigação. Um dos celulares furtado foi encontrado com uma mulher que informou ter recebido do vigilante. Os policiais civis realizaram diligências na casa do suspeito que fica no Jardim Liberdade.
No início da noite de segunda-feira (23), foi encontrado todos os produtos furtados na casa de Wesley. Foi apreendido um simulacro de arma de fogo, uma furadeira, relógios, celulares Iphone e Samsumg, pratas de bali, um video game e um aparelho HT. Wesley Sano confessou aos policiais que ele tinha furtado de dentro da 2ª Vara Criminal do Fórum.
No caminho para a delegacia, o suspeito ofereceu dinheiro para dois policiais civis como suborno para não levá-lo para a cadeia. Os policiais ao chegarem na delegacia relataram ao delegado de plantão que autuou Wesley também no crime de corrupção ativa.
Na manhã desta terça-feira (24), o vigilante disse estar arrependido do que fez. (inf/foto André Almenara)