PF apreende mercadorias irregulares em empresa que tem loja virtual

A Polícia Federal realizou, na manhã de hoje, busca e apreensão em uma empresa de Maringá que estaria vendido mercadorias em situação de descaminho pela internet.
Foi apreendida uma grande quantidade de mercadorias sem comprovação de origem lícita ou por falta de recolhimento de tributos.
Segundo a PF, a empresa era de propriedade de um casal, que operava uma loja virtual de onde comercializavam grande variedade de mercadorias, entregues pelos correios. No local das buscas, que era o domicilio do casal, constatou-se uma estrutura logística para o encaminhamento das mercadorias, e um grande volume de eletrônicos de origem estrangeira, que à vista, pelo seu volume, aparentavam corresponder a carga de um caminhão baú.
O homem de 38 anos e a mulher de 34, foram presos em flagrante e responderão pelo crime de descaminho, capitulado no artigo 334 do Código Penal, sendo reincidentes, vez que já responderam pela mesma conduta em outros inquéritos da Polícia Federal. Não foram divulgados os nomes da empresa nem do casal.