Médico que atende na UPA é detido após comprar drogas em Maringá

Um médico, de 32 anos, que atua na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Sarandi foi preso na tarde desta terça-feira (20) com pedras de crack.
Durante uma abordagem de rotina no conjunto Odwaldo Bueno Netto, a Polícia Militar (PM) encontrou no carro do médico um cachimbo e 10 pedras de crack. Ele foi detido e encaminhado à delegacia da 9ªSDP em Maringá onde assinou um termo circunstanciado e foi liberado, já que se enquadra como usuário de drogas.
Um dos policiais afirmou que o homem estava de jaleco saindo da biqueira (ponto de venda de drogas). O médico estava em horário de trabalho no momento da prisão. Depois de sair da delegacia, disse que iria retornar ao plantão.
Atualmente responde a três processos administrativos na Prefeitura de Sarandi.

Outra polêmica
Em novembro de 2017, o médico Daniel Fernandes Moura Júnior se envolveu em outra polêmica. Uma mulher contou que foi até o Pronto Atendimento na cidade de Marialva porque estava com uma irritação nos olhos e durante a consulta, ouviu do médico que o problema era por falta de sexo (relembre o caso). Após a denúncia ele foi exonerado.