Mandaguaçu: Marido atira em esposa e no filho

Uma briga entre casal quase termina em tragédia na cidade de Mandaguaçu. Foi na tarde desta quinta-feira (20) quando Aparecido Alves da Silva de 52 anos chegou em seu condomínio Guaçu Eco Park Residence e começou uma briga com a esposa, Célia Simone Ligeiro da Silva, 41 anos.
tentativa-de-homicidio-mandaguacu-mae-filhoDurante a discussão, o marido pegou um revólver calibre 38 e efetuou um disparo contra a esposa. O filho do casal que tem 16 anos foi defender a mãe das agressões e também foi baleado. Aparecido tentou sair do condomínio que fica às margens da rodovia BR-376 quando foi cercado por uma viatura da Polícia Militar de Mandaguaçu. O suspeito estava portando a arma de fogo.
Ambulâncias do Siate de Maringá com apoio do Suporte Médico Avançado do Samu fizeram os primeiros atendimentos aos feridos. A dona Célia foi atingida próximo ao peito, já seu filho levou dois tiros, sendo um próximo da virilha e outro na perna. O estado mais grave é da mulher que foi internada no Hospital Santa Rita, o filho no Hospital Universitário em Maringá.
O delegado da Polícia Civil de Mandaguaçu, Valdir Samparo, ouviu em depoimento a empregada da casa. De acordo com informações, a mulher vivia em cárcere privado há quase 1 ano, só podendo sair de casa na presença do marido, e ainda o casal estaria em processo de divórcio. O esposo de Célia alegou na delegacia ao repórter André Almenara que não atirou na esposa e nem no filho, e colocou a culpa em supostos bandidos que teriam entrado na casa para roubar.