Índios são realocados em novo abrigo

A Secretaria de Assistência Social e Cidadania de Maringá (Sasc) realocou, no final de semana, índios que estavam acampados às margens da avenida Horácio Racanello, nas proximidades do terminal rodoviário. O grupo, formado por cerca de 40 pessoas, entre crianças, adultos e idosos, está em abrigo no Parque Residencial Aeroporto.
A Secretaria de Serviços Públicos realiza os serviços de jardinagem, hidráulica e elétrica do novo local que será convertido numa “casa de passagem”, dando condições adequadas para os indígenas se abrigarem quando estiverem na cidade.
O deslocamento de grupos indígenas para Maringá e outras cidades da região não é fenômeno recente. Há anos que índios saem de suas reservas para comercializar artesanato. Geralmente os índios que chegam ao município vêm da aldeia caigangue de Manoel Ribas, localizada a 160 km de Maringá, formada por cerca de 2 mil índios, entre eles 700 crianças.
O secretário de Assistência Social e Cidadania, Ederlei Alkamin, reforça que o deslocamento foi pactuado com líderes indígenas do grupo que aprovaram o local e destaca a necessidade de prestar atendimento que ofereça dignidade, conforto e segurança.