Homero Figueiredo Marchese perde o senso do ridículo: Vereador exige explicação de presidente da Câmara

vereador Homero Figueiredo Marchese (PV)

Após matéria veiculada no jornal O Diário na data de domingo (23), onde o presidente da Câmara de Vereadores, Mário Hossokawa (PP) fez um balanço do primeiro semestre do Legislativo Maringaense, o vereador fora da casinha, raivoso, professor de Deus, estelionatário eleitoral, que não gosta de ouvir a verdade e nem ser contrariado, voltou a arrotar sua peculiar arrogância para cima de Hossokawa.

Homero Figueiredo Marchese (PV) destilou o seu veneno no grupo fechado de aplicativo de WhatsApp formado pelos vereadores, ele loucamente exigia explicações do presidente a respeito do comentário no periódico sobre a postura de Figueiredo;
Só uma colocação. Todos nós sabemos que o vereador Homero tem tido desentendimento não só com outro vereador, mas com jornalistas e blogueiros, e às vezes ele protocola um projeto de lei com intuito de prejudicar pessoas com quem ele teve desentendimento. A gente não pode aceitar que o vereador use a instituição para se vingar de outras pessoas, e é lamentável que isso esteja acontecendo“, disse Hossokawa.

Diante disto, Figueiredo grosseiramente escreveu no grupo (lhe faltou coragem para falar pessoalmente ?);
Mario (Hossokawa), que história eh essa de falar mal de mim pro jornal?
 Tô querendo saber desde domingo, mas vc não responde
 Como o Sr., na qualidade de presidente da Casa, ousa fazer considerações desse porte sobre um vereador?
 Responde agora, por favor
 Não cabe a um presidente da instituição fazer isso
 E espero que os demais vereadores tomem ciência para que não o façam também
 Nunca votarei em alguém com esse perfil para a presidência da Casa
A caneta, que entre outras coisas decide pela verba institucional, exige também lealdade
 E vou me pronunciar publicamente sobre o fato na próxima sessão
Estarei apto e disposto a reverter esse estado de coisas quando chegar a nova legislatura
 O cara que detesta os blogueiros
 Luiz Fernando Cardoso eh o jornalista que pediu a mim para oficiar a prefeitura para apontar depois que Agnaldo não tinha curso superior
 Todos unidos agora pra mamar no dinheiro público
 Falou publicamente de mim. Vou falar publicamente do Sr. Será pedagógico para o futuro presidente da Casa. Não eh bom negócio querer ficar de bem com a imprensa falando mal de vereador
 O jornalista eh funcionário do sindicato dos servidores municipais
 Mas pessoalmente, olho no olho!
 O Diário deve 14 milhões de reais
 Imprensa marronzissima, a propósito…”

Virou rotina
Não foi a primeira vez que o vereador agiu de maneira estróina e desrespeitosa com o presidente. Primeiro chamou Hossokawa na tribuna do legislativo de mentiroso, por ter o presidente concedido entrevista a rádio Jovem Pan e dito que Figueiredo estava travando alguns projetos na Comissão de Constituição e Justiça e por não saber onde estavam os “200” projetos apresentados pelo vereador do PV.
Na segunda oportunidade também da tribuna, quis saber o que havia sido conversado entre o jornalista Agnaldo Vieira e Mário Hossokawa durante encontro no gabinete da presidência.
Nessa oportunidade tomou a primeira invertida do tipo “era melhor ter ficado quieto” (veja video)

Os próprios eleitores do vereador já manifestaram arrependimento da confiança do voto em Homero Figueiredo Marchese. Os eleitores ficarão surpresos nas próximas semanas com a revelação de fato ocorrido na capital paranaense.

Denunciado
O Ministério Público abriu inquérito neste mês após denúncia do jornalista Angelo Rigon por improbidade administrativa cometida pelo vereador ao nomear em seu gabinete um assessor condenado pela justiça em segunda instância no caso de publicidade na gestão do ex-prefeito Jairo Gianoto.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar