Ex-secretário diz que Parque Industrial poderia estar em atividade

368

O ex-secretário municipal de Planejamento e de Obras Públicas, Roberto Petrucci Junior, afirmou à CPI do Parque Industrial que o empreendimento poderia estar funcionando, pelo menos, a primeira parte. “A equipe de transição foi informada da real situação do Parque Industrial. As indústrias poderiam utilizar fossas enquanto a rede de esgoto não é instalada e iluminação na parte 1 já existe”, detalhou em depoimento realizado, esta tarde (10), no Plenário da Câmara Municipal de Maringá.
Petrucci também garantiu que o ex-prefeito Roberto Pupin sabia que o Parque Industrial apresentava pendências.
A existência da CPI do Parque Industrial deve-se a uma série de falhas que está protelando seu funcionamento. Entre elas estão: falta de sistema de drenagem de águas pluviais, abastecimento de água, ligação da rede de esgoto, estações de tratamento de esgoto, rampas de acesso fora do padrão, ausência de alimentadores de energia elétrica, rotatória improvisada e ruas com 10,5 metros de largura quando a legislação municipal exige 12 metros.
O empreendimento foi iniciado e entregue parcialmente na gestão passada. Por falta de estrutura, até o momento, nenhuma empresa se instalou no local.
A CPI é composta pelos vereadores: Flávio Mantovani (presidente), Chico Caiana (relator), Homero Marchese (membro), Odair Fogueteiro (membro) e Mário Verri (membro). Conforme o Regimento Interno da Casa, a CPI deve apresentar seu relatório ao plenário em 90 dias após sua instalação com possibilidade de prorrogação por mais 45 dias. (inf Betânia Rodrigues/ foto  Marquinhos Oliveira)