Cowboy é pisoteado por touro e morre durante rodeio

Lamentavelmente um jovem competidor morreu na noite de domingo (13) na arena coberta do Parque de Exposições de Maringá. O cowboy Giliard Antônio da Silva, de 24 anos, morreu após ser pisoteado por um touro.
Giliard participava da prova de montaria em touros pela  Monster Energy PBR.  Giliard  caiu, porém ficou com a mão presa ao touro “Cineasta” (que pesa uma tonelada), levou um pisão bem forte, chegou a se levantar e foi socorrido pelo palhaço, porém voltou a cair no chão já desmaiado.
Todos os procedimentos necessários foram tomados pela equipe médica no local. O cowboy saiu na maca, tentaram reanimá-lo por aproximadamente 40 minutos, mas infelizmente Giliard morreu.
Giliard Antônio é considerado um dos melhores peões do Brasil, vencedor de vários títulos, liderou o campeonato de 2016 por diversos meses, e por último ficou um ano e dois meses parado devido a uma contusão séria que sofreu durante  apresentação.
Segundo informações, o cowboy sofreu uma fratura de cervical, ele teve parada cardiorrespiratória imediata após o acidente.  A PBR Brasil continuou a prova. A patrocinadora do cowboy postou uma nota comunicando o falecimento em sua rede Facebook.

“É com pesar que a PBR (Professional Bull Riders) Brasil e a Sociedade Rural de Maringá informam o falecimento do competidor Giliard Antonio, ocorrido durante o Monster Energy PBR em Maringá (PR), na noite de domingo, 13 de maio de 2018. Todos os procedimentos necessários foram tomados pela equipe médica no local. A PBR Brasil e a Sociedade Rural de Maringá estão dando todo suporte à família do competidor.
Giliard Antônio era da cidade de Monte Belo, Minas Gerais, deixou esposa e filha de um ano. No domingo,  ele prestou homenagem a esposa pelo Dia das Mães. Giliard Antônio estava se preparando para uma competição nos Estados Unidos. O jovem estava muito feliz.”