Viciado em crack foge da polícia com carro de luxo mas é preso

A Polícia Militar de Maringá teve trabalho para abordar um automóvel Volvo XC60. Foi no final da madrugada de sábado (13) no Conjunto Santa Felicidade quando o motorista Felipe Baessa, 34 anos, tentou fugir de uma viatura policial. De acordo com os soldados, o condutor da Volvo que estava parado na frente de uma “boca de fumo” saiu em disparada ao perceber a presença dos policiais.
O motorista estava acompanhado de um passageiro que seria morador do bairro e viciado em drogas. Depois de uma intensa perseguição pelo Santa Felicidade, Cidade Alta, Tarumã e Madrid, um dos policiais precisou efetuar um disparo de arma de fogo que atingiu a porta do lado do passageiro. O motorista não se intimidou e continuou fugindo. Depois de algumas quadras, a viatura realizou um bloqueio para tentar parar o automóvel.
No boletim de ocorrência os dois policiais contaram que o condutor quase atropelou um dos soldados. O carro só parou realmente porque um dos pneus estourou na batida contra um obstáculo. Algemados, os dois homens foram encaminhados ao plantão da Polícia Civil de Maringá. Os policiais fizeram bafômetro em Felipe que apontou 0,50 miligramas de álcool por litro de ar expelido, e por isso foi preso e autuado em flagrante por embriaguez ao volante, direção perigosa e desobediência.
A família do motorista disse ao repórter André Almenara que o rapaz é viciado em crack, e está tentando se reabilitar para deixar o vício.