Times brasileiros despontam como favoritos para o título da Libertadores

A Copa Libertadores desta temporada será a primeira edição com final única, e que deve
acontecer no Chile. Com seis clubes brasileiros nas oitavas, a chance do campeão ser um time do Brasil é alta. Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio e Internacional são os principais favoritos, enquanto Flamengo e Athlético correm por trás. No entanto, a disputa continental deve ficar acirrada com a presença de River e Boca no torneio.
Com 15 pontos conquistados na fase de grupos, o Palmeiras tem feito uma excelente
campanha até o momento. Foram cinco vitórias e apenas uma derrota, porém o que mais
encanta os torcedores é o bom momento da defesa. Nas seis partidas disputadas, a zaga
palmeirense só levou um gol. Uma performance consistente para quem sonha com o título
continental.

Cruzeiro, Grêmio e Internacional também conseguiram boa campanha, e possuem certa
tradição no torneio. Por isso, as três equipes entram com fortes chances de título. O tricolor
gaúcho, que foi campeão em 2017 e semifinalista em 2018, quer mostrar que a tradição ajuda nas decisões. Já o Flamengo, que conseguiu classificação apenas na última rodada, ainda é uma incógnita na competição, como mostra reportagem do jornal O Globo, pela fase que vive o treinador Abel Braga.
Já o Athlético é uma das surpresas do torneio. A equipe se classificou no Grupo G, ao lado do Boca Juniors, e sonha com o primeiro título paranaense na Copa Libertadores. No entanto, o Furacão precisa acabar com algumas desconfianças antes. Os números nas apostas esportivas da Betfair mostram que o time não está bem cotado. No dia 13 de maio, o Atlético aparecia com apenas 7,7% de chance de título, ou seja, o brasileiro com menos chances.

Argentinos no caminho
Apesar da forte presença dos clubes brasileiros, Boca Juniors e River Plate ainda assustam os rivais. Os finalistas da Libertadores de 2018 conseguiram avançar para as oitavas com alguma dificuldade, porém isso não representa quase nada. Os dois costumam crescer na fase final, algo que tem acontecido nas temporadas recentes. Por isso, é necessário uma atenção contra esses rivais.
Na fase de grupos, o Boca Juniors enfrentou o Athlético e tomou um susto. A equipe paranaense venceu por 3 a 0, em casa, e chamou atenção pela surpresa do resultado. Porém, no segundo jogo, o time argentino conseguiu arrancar uma vitória por 1 a 0 e ganhou a liderança da chave. Já o River saiu no grupo do Internacional, com quem empatou duas vezes pelo mesmo placar: 2 a 2. A equipe brasileira acabou vencendo o Grupo A.
Com a decisão da Libertadores acontecendo em apenas uma partida, seguindo os moldes da Copa do Mundo, é possível que o torneio fique cada vez mais emocionante. As equipes brasileiras sabem da força dos rivais e, principalmente, do favoritismo que carregam. Por isso, será preciso atenção nas partidas até a final. O Athlético pode ser a grande surpresa do torneio, mas para isso vai precisar vencer até mesmo os números que não acreditam no clube.
A final da Libertadores vai acontecer dia 23 de novembro, no Estádio Nacional, em Santiago.