Terminal Intermodal tem 50% das estruturas do mezanino instaladas

A instalação da estrutura metálica que servirá de base de sustentação do mezanino torna mais visível, a cada dia, a evolução das obras do Terminal Intermodal de Maringá, em construção na área central da cidade.
O mezanino, que terá três acessos para os usuários, cruzará a Avenida Tamandaré até o lado norte da Avenida Horácio Raccanello Filho, onde ficarão as futuras estações do modal ferroviário.
A estrutura ficará sob os três pórticos em arcos da cobertura, previstos no projeto, que terão 17,5 metros de altura e 69 metros de comprimento, remetendo o aspecto do Terminal Intermodal à arquitetura da antiga estação rodoviária.
No espaço do mezanino será instalada a praça de alimentação, além de lojas, sanitários e parte do setor administrativo do Terminal.
De acordo com o secretário municipal de Obras Públicas, engenheiro Marcos Zucoloto Ferraz, também já está em fase de homologação o processo de licitação para a aquisição de vidros temperados e esquadrias de alumínio que complementarão a montagem do mezanino e outros setores da área de embarque e desembarque de passageiros. “Metade das estruturas em arco já está montada e o trabalho deverá ser concluído dentro de 15 dias com a colocação de mais duas longarinas. Nesse ritmo, a previsão é que até o final deste ano sejam completados 75% de toda a obra do Terminal”, afirma.
Na sequência da instalação do mezanino, segundo o secretário, a empresa responsável pela obra do Terminal fará a montagem dos pórticos em arco e a instalação da cobertura, que já tem 80% das peças metálicas entregues pela empresa fabricante, de Santa Catarina.

Cronograma em dia
Nas demais áreas em obras do Terminal já foram assentadas as vigas longarinas metálicas da estação rodoviária e realocada a rede elétrica para execução das obras subterrâneas da futura estação ferroviária.
Para atingir esse estágio foi necessária a execução de trabalhos de perfuração do solo e a fixação de cerca de 500 estacas dos pilares que dão suporte às fundações do prédio.
Também foi feita a concretagem da estrutura e a construção em alvenaria do Edifício Operacional 1, localizado próximo à Avenida Duque de Caxias.
No lado oposto da área, próximo à Avenida Herval, a estrutura já está pronta, assim como a implantação de contrapiso no Edifício Operacional 2, que abrigará a central de operações e a parte administrativa.
A obra do novo terminal ainda vai envolver adequações no subsolo, pavimentação rígida e a implantação de calçadas.
O canteiro de obras prossegue dentro do cronograma, com término previsto para setembro de 2019 ao custo estimado de R$ 50 milhões. “O custo que inicialmente era orçado em R$ 64 milhões teve uma significativa redução por conta do desconto que a Prefeitura obteve na licitação da estrutura metálica”, observa Zucoloto. Ele adianta ainda que o trecho interditado pelo tapume na Avenida Horácio Raccanello, por questão de segurança, deverá ser liberado para o tráfego em junho de 2019, ou seja, três meses antes do prazo previsto para a conclusão das obras do Terminal Intermodal.