Servidora que fez denúncia recebeu mais de R$ 9 mil de hora extra

A RICTV Record de Maringá exibiu esta semana reportagem com denúncia de uma servidora da saúde, não identificada, por causa da implantação das 30 horas na saúde, uma das reivindicações mais antigas da categoria e realizada na atual gestão.
Na internet circula a informação de que a servidora chegou a receber mais de R$ 9 mil mensais de hora extra, antes da implantação das 30 horas. Ela seria parente da ex-secretária de Saúde de Maringá na gestão do PP e ex-vereadora pelo Pros, Carmen Inocente.