PRP e Patriota se fundem

Por conta da cláusula de barreira, os nanicos PRP e Patriota anunciaram confirmaram ontem a fusão das duas siglas.
O partido, que tem nove deputados e um senador, passará a se chamar Patriota e terá na presidência Adilson Barroso, que é o atual presidente.
Em Maringá, o PRP, que integrava o condomínio partidário dos Barros, não existe há um bom tempo. O Patriota oficialmente é presidido por Geraldo Martins da Silva Filho, que anunciou desfiliação em dezembro passado. Na executiva estão ex-tucanos. (inf Angelo Rigon)