Pros (partido de Homero Figueiredo Marchese) apoia Lula para presidente

O presidente nacional do Pros, Eurípedes Junior; a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, o vice-presidente do PT Marcio Macedo, e o presidente da Fundação da Ordem Social, Felipe Espirito Santo, ontem, ao formalizar a coligação nacional. O PT referendou a candidatura do ex-presidente Lula, preso em Curitiba.
Além do Pros, o partido do helicóptero, o Partido da Causa Operária, conhecido pelas duras críticas ao juiz federal Sergio Moro, fechou com o PT.
Em Maringá, o Pros é presidido pelo vereador Homero Figueiredo Lima e Marchese, ligado ao MBL, e tem na executiva seus assessores da câmara municipal. No Paraná, o Pros é presidido pelo deputado federal Toninho Wandscheer, eleito em 2014 pelo Partido dos Trabalhadores.
O Pros justificou a “proximidade programática” e a possibilidade de continuidade de “projetos exitosos” num novo governo Lula como motivo para a aliança. “Acredita-se que os ganhos sociais obtidos, iniciados pelo governo Lula e que prevaleceram ao longo dos anos, devem e deverão ter prosseguimento a partir de um novo Plano de Governo que resgaste as propostas anteriormente apresentadas e que incremente os pontos defendidos pelo PRros”, afirmou a direção do partido em nota. (inf Blog do Rigon)