Professora é vítima de latrocínio em sua casa

A senhora Maria Aparecida Carnelossi Pacífico, 57 anos, mais conhecida por professora “Kaká”, foi vítima da brutalidade de dois bandidos na manhã deste sábado (23) em Maringá.Maria estava ainda na cama quando foi surpreendida por dois homens.
Infelizmente a mulher foi assassinada a pauladas com 4 golpes na cabeça. Os ladrões depois de cometerem o crime foram em busca de roubar objetos de valores da casa. De acordo com a polícia, tiveram tempo para comer a comida que ela havia feito.


A senhora Maria Aparecida estava sozinha em sua residência. O marido da vítima,  José Carlos Pacífico, 54 anos, que também é professor e  chefe de gabinete do vereador Homero Figueiredo Marchese, estava trabalhando quando recebeu a notícia. Quando chegou em sua casa, o marido encontrou a esposa sem vida. Uma equipe do Siate com apoio do médico do Samu estiveram no local e não puderam realizar nenhum procedimento pois a vítima estava em óbito.
Várias viaturas da PM deslocaram ao local para buscar mais informações do ocorrido para dar início nas diligências. Policiais civis da Delegacia de Homicídios e da Seção de Furtos e Roubos (SFR) estiveram na cena do crime conversando com a família. A reportagem soube que a dona Maria Aparecida era bastante religiosa, e ajuda muito pessoas de rua com comida.
Provavelmente os bandidos que invadiram a casa já conhecia os donos do imóvel.
De acordo com o perito criminal que examinou a cena de crime, a vítima sofreu as lesões no crânio. Um papiloscopista do Instituto de Criminalística colheu várias impressões digitais que poderão ajudar na investigação policial. Imagens de câmeras de segurança de alguns comércios e residências já estão sendo analisadas pela polícia de Maringá. A probabilidade dos criminosos serem moradores de rua não foi descartada pelos policiais. (inf André Almenara)