Preso é espancado até a morte no presídio da 9ªSDP

O detento Henrique de Alencar Maravilha, de 29 anos, foi assassinado dentro das dependências do presídio da 9ª Subdivisão Policial de Maringá. O crime ocorreu no final da noite de sábado (17) quando dezenas de outros detentos agrediram violentamente a vítima.Henrique de Alencar foi espancado e n ão sobreviveu aos ferimentos.
Os agentes logo tomaram conhecimento que havia acontecido uma morte na carceragem e acionaram investigadores da Polícia Civil. Equipes do Samu deslocaram até o local mas quando chegaram o presidiário já estava em óbito.
O médico do Samu relatou que as lesões mais graves foram causadas no crânio da vítima. Os agentes confirmaram que não foi usado nenhum instrumento cortante para matar o preso.
A Polícia Civil confirmou a reportagem que Henrique de Alencar Maravilha foi preso pela Polícia Militar no dia 22 de fevereiro com outro comparsa em posse de uma motocicleta furtada e um simulacro de arma de fogo.
Henrique foi autuado no crime de receptação por estar com um veículo de queixa de furto. Dois presos se apresentaram aos agentes logo após o crime querendo confessar o assassinato. O delegado Diego de Almeida, da Delegacia de Homicídios, solicitou um investigador para acompanhar os possíveis autores do crime para serem interrogados.
O delegado não descarta a hipótese que outros presos ordenaram que dois detentos recebessem uma certa pressão para assumir a morte de Henrique de Alencar.  (inf/foto André Almenara)