Presidente da CBF é afastado de camarote oficial

Na vitória de 2 a 0 do Brasil sobre a Sérvia, que colocou a seleção nas oitavas de final da Copa, o presidente da CBF foi colocado longe do da Fifa no camarote oficial em Moscou, informa Jamil Chade no Estadão.
Conforme o protocolo, Antônio Carlos Nunes –o coronel Nunes, como é conhecido– deveria sentar-se ao lado de Gianni Infantino, o chefe da Fifa.
Em vez disso, teve de dar lugar a Fernando Sarney, vice da CBF, e a Alejandro Dominguez, o presidente da Conmebol. Infantino assistiu ao jogo ao lado de Sarney e do primeiro-ministro da Rússia, Dmitri Medvedev.
Presidente interino da CBF, o coronel Nunes já causou constrangimentos em série. Votou em Marrocos para sede da Copa de 2026, apesar de os sul-americanos terem acordado votar nos vencedores EUA, Canadá e México.
Além disso, teve um assessor, Gilberto Batista, enviado de volta ao Brasil depois de quebrar um copo na cabeça de um torcedor. (inf O Antagonista)