Prefeitura de Maringá / Unimed / Unicesumar domina, mas perde no fim para o São Caetano

Uma partida quase que perfeita. A equipe de handebol masculino da Prefeitura de Maringá/Unimed/Unicesumar foi superior ao São Caetano/SP na maior parte dos 60 minutos da partida disputada na noite de segunda-feira (2), no Ginásio Chico Neto, em Maringá, pela Liga Nacional de Handebol. Não foi uma grande vantagem, mas sim a diferença mínima possível que, inclusive, “jogou” a vitória para o lado do time paulista. No primeiro tempo, Maringá terminou com um gol de vantagem (10 a 9). E o resultado final da partida apresentou a mesma diferença em favor do São Caetano (21 a 20).
Na etapa inicial, o time maringaense conseguiu a vantagem. Mas não foi só por isso que o resultado foi conquistado diante do bom adversário. A marcação, as jogadas de velocidade, os lances livres, enfim, a equipe teve ótimo aproveitamento. E isso se repetiu no segundo tempo, até o vigésimo quinto minuto. Na sequência, São Caetano se aproximou no placar, empatou o jogo, e aí as jogadas de velocidade de Maringá pararam de funcionar, erros em sete metros e com o goleiro rival realizando ótimas defesas, a equipe acabou perdendo por um gol um jogo.
Arthur, atleta da Prefeitura de Maringá/Unimed/Unicesumar, lamentou o resultado. “A gente vem de uma sequência de derrotas. Vencemos no domingo, e a gente sabia que seria um jogo difícil contra o São Caetano. Jogo assim é decidido em detalhes. Erramos muitas finalizações. É triste, porque a gente treina todo dia, mas é do esporte, e hoje não foi o nosso dia. E na quarta-feira vamos tentar a vitória (contra o Taubaté). Está difícil a classificação para a segunda fase, mas a gente não vai desistir”.
O goleiro Joelber também esperava melhor sorte da equipe. “Acho que a gente teve várias chances de abrir três gols, e deixar o jogo um pouco mais fácil. Desperdiçamos boas oportunidades e eles passaram. A nossa defesa até foi bem de uma maneira geral, mas não foi o suficiente”.

Melhor em quadra

Andre Guedes, do São Caetano, foi eleito o melhor do jogo. “Arrumamos a defesa no segundo tempo, e conseguimos a vitória. O prêmio de melhor, acho que todos merecem, porque todos ajudaram na marcação. Nosso elenco é reduzido, mas vamos buscar a melhor colocação no campeonato”, comentou.
A equipe de Maringá volta a jogar na quarta-feira, contra o Taubaté, em Sarandi. Será a sétima apresentação no campeonato. Até aqui, Maringá conquistou uma vitória e sofreu cinco derrotas. (inf Orlando Gonzales)