“Precisa ver a situação da Gol ?”

Um grupo de lideranças empresariais de Maringá esteve no escritório político do deputado federal Ricardo Barros, no final de semana, e a turma saiu chateada.
O objetivo foi pedir que o governo estadual atendesse um pedido da Latam, relacionado a incentivos fiscais, como tem de outros estados, o que selaria o retorno da empresa a Maringá, voltando a operar no Aeroporto Regional Silvio Name Junior.
O blog soube que Ricardo telefonou então para o irmão, Silvio Barros II, secretário de Desenvolvimento Urbano, e colocou a ligação no viva-voz. Para surpresa dos visitantes, o ex-prefeito, que estava saindo de Cascavel, disse: “Mas precisa ver como fica a situação da Gol”.
A indignação das lideranças foi imediata. Ao invés de defender os usuários, o secretário pareceu defender a empresa aérea. (inf Angelo Rigon)