Pré-Carnaval cancelado

O segundo dia do pré-Carnaval, previsto para começar às 14 horas deste domingo, 24, no estacionamento ao lado das obras do futuro Terminal Urbano, foi cancelado após pedido das forças de segurança, como Polícia Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Segurança Municipal.
A decisão foi tomada na manhã deste domingo, durante reunião na prefeitura. A realização em Maringá de um segundo evento no mesmo dia, o Show Solidário, também sustenta a decisão de cancelar o pré-Carnaval, considerando a necessidade de dividir as forças de segurança para garantir a tranquilidade do evento, que aconteceu na tarde de hoje no Parque de Exposições.

Ao decidir acatar a opinião das forças de segurança e cancelar o segundo dia de pré-carnaval de Maringá, o prefeito Ulisses Maia fez reflexões e destacou números. O evento ontem (23) atraiu mais de 15 mil pessoas e foram feitos cerca de 100 atendimentos, nenhum grave, ninguém foi internado.“Os números precisam ser vistos de forma fria. Em qualquer festa de aniversário, se todo pessoal da imprensa for lá no final, na madrugada, filmar e fotografar, eu não acho que será tão diferente do que vocês mostraram ontem”, comentou ele, destacando também a fala do conselheiro tutelar Carlos Bonfim, que defendeu a não suspensão da festa alegando que a população merece participar de um evento tão importante e que situação como estas são vistas em outros tipos de evento, inclusive particulares. “A responsabilidade maior é da família. A família é responsável pela conduta dos seus filhos”.
A discussão com as forças de segurança e secretarias envolvidas no pré-carnaval concluiu pela dificuldade do controle da venda de bebida alcoólica a menores. (inf Angelo rigon)