Órgãos de segurança tentam combater festas clandestinas

O Conselho Tutelar de Maringá se reuniu nesta terça-feira (10), pela segunda vez, com representantes dos órgãos de segurança, da Prefeitura e da Câmara, para tentar fechar o cerco a quem realiza festas clandestinas na cidade.

O objetivo das reuniões é de buscar estratégias para aumentar a fiscalização e oferecer mais segurança aos envolvidos.
Somente neste ano, 26 eventos clandestinos foram cancelados na cidade. Atualmente, o valor da multa é de R$ 10 por metro quadrado para o organizador do evento e de R$ 7.057 para o proprietário da chácara alugada para o evento clandestino, mas os valores devem aumentar.
Os vereadores abriram uma Comissão de Estudos sobre as festas clandestinas. Os parlamentares terão até 90 dias para apresentar um parecer sobre o estudo. O Conselho Tutelar sugeriu ainda que o dinheiro arrecadado com as multas seja destinado ao Fundo da Infância e Adolescência. (inf Massa News/fotoJosé Rodolfo)