Operação da Policia prende cinco envolvidos em crime de pedofilia

Dois homens foram presos na região em uma operação policial de combate à pedofilia na internet. As prisões aconteceram em Maringá e Mandaguari ontem. Em todo o Paraná, a Operação Luz na Infância 3 cumpriu 10 mandados de busca e apreensão e prendeu cinco pessoas (Maringá, Mandaguari, Paranavaí, Curitiba e Cascavel). Aconteceram ações também em mais 18 Estados e na Argentina, pelo Corpo de Investigações Judiciais do Ministério Público Fiscal da Cidade Autônoma de Buenos Aires.
Todos os presos vão responder pelo crime de pedofilia.
Em Maringá, um rapaz de 21 anos foi preso em casa. No computador dele, estavam armazenados fotos e vídeos com crianças e adolescentes
Ele foi levado para a delegacia, pagou fiança de R$ 2 mil, foi liberado e vai responder o processo em liberdade.
Em Mandaguari, a prisão em flagrante foi de um homem de 46 anos. Luiz Henrique Vicentini delegado-adjunto da 9ª Subdivisão Policial e coordenador da operação na região, diz que os policiais encontraram o computador dele ligado e rodando um software de compartilhamento de material pornográfico infantil. A pena é de quatro a seis anos de reclusão e multa. Ele permanece preso em Mandaguari.
“A operação foi deflagrada para coibir o crime de pedofilia na internet e o compartilhamento de fotos e vídeos de pornografia infantil.”
Em Maringá e região, 20 policiais participaram da operação; e no Paraná, 54. Ao todo (no Brasil e na Argentina), foram 1 mil agentes.

Rastros digitais
Segundo a Polícia Civil, os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública a partir de informações coletadas na internet. Os dados foram repassados para a polícia, que instaurou inquérito e solicitou à Justiça a expedição dos mandados de busca e apreensão.
Nas casas dos suspeitos, foram apreendidos CDs, câmeras fotográficas, computadores e HDs externos. (inf Carla Guedes/Metro)