Moradores de rua que agrediram violentamente idoso, são detidos

Após deter uma garota de programa, a Polícia Civil de Maringá conseguiu chegar aos autores de um crime de roubo seguido de agressão contra um aposentado que ocorreu no dia 14 de maio. No dia do fato, o senhor Izaías Francisco da Silva, de 64 anos, disse ter sido roubado foi brutalmente espancado por dois rapazes.
A vítima relatou aos policiais que os criminosos tinham levado seu aparelho celular, dinheiro e uma pasta contendo documentos. No dia em que foi agredido, o aposentado disse também que passou na frente do albergue Santa Luiza de Marillac e foi abordado pelos marginais que teriam pedido dinheiro.
Durante a investigação, os policiais civis descobriram que o senhor Izaías tinha parado próximo ao albergue para contratar o serviço de uma garota de programa que é moradora de rua. Como no dia a mulher estava menstruada, ela não quis atender o pedido do cliente. Os policiais conseguiram levar a garota para a delegacia para ser ouvida onde ela contou que o aposentado manteve relação sexual com ela por duas vezes.
Ela ainda contou que emprestou o celular do aposentado para fazer uma ligação e que depois teria entregue novamente a ele. Já o aposentado disse que o celular sumiu. No que a garota de programa entrou para o albergue, dois rapazes chegaram a pé e começaram a agredir Izaías ainda dentro de seu carro.
Pablo Henrique Borges do Santos, de 21 anos, que já tem passagens na delegacia por porte ilegal de arma de fogo e disparo, e  Fernando Pereira de Souza, de 26 anos, foram levados à delegacia. Pablo contou em seu depoimento na manhã desta quinta-feira (24) que agrediu o aposentado mas não para roubar.
Ele disse  que agrediu a vítima por causa que o aposentado teria insistido em praticar sexo com a garota de programa que é amiga dele. Já Fernando Pereira além de confessar a agressão contou que depois de espancar a vítima teria roubado seus pertences. Os dois suspeitos prestaram depoimento e foram liberados pela polícia pois não havia mandado de prisão contra eles. (inf/foto André Almenara)