Ministério da Saúde consolida repasse de R$ 10 mi para Hospital

O prefeito Ulisses Maia, o vice, Edson Scabora, e o secretário de Saúde, Jair Biatto, receberam o ministro da Saúde, Ricardo Barros, na manhã deste sábado (2) para oficializar a liberação de R$ 10 milhões que serão investidos em obras de ampliação do Hospital Municipal. O presidente da Câmara, Mário Hossokawa, e os vereadores Alex Chaves, Belino Bravin, William Gentil, Altamir dos Santos e Jean Marques também participaram da solenidade realizada no Hospital Municipal, assim como diversas outras autoridades.
Os recursos serão aplicadas na construção de 16 novas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), sendo 10 para adultos e 6 para crianças. O projeto, em fase final de elaboração, também prevê salas de consultas e leitos para internamento. O secretário de Saúde, Jair Biatto, disse a ampliação da estrutura também deve viabilizar uma unidade de internamento específica para mulheres. Com a finalização dessa etapa, o projeto original do hospital, iniciado na então gestão do prefeito Ricardo Barros (1989-1992), estará concluído.

Quando assumimos, a ocupação do Hospital Municipal não chegava a 30%. Hoje está próximo dos 100%”, lembrou o prefeito Ulisses Maia, acrescentando que desde o primeiro momento da gestão, adotou ritmo acelerado de trabalho na saúde para enfrentar demandas urgentes, como a enorme fila de espera para exames e consultas especializadas. “Zeramos essas filas em várias áreas e estamos próximos de acabar com a espera”, disse. Ulisses Maia lembrou ainda da construção da farmácia 24h, do almoxarifado e da ligação UPA/HM, hoje feita por elevador.

No momento em que a solenidade se desenrolava, ocorria no hospital um mutirão de consultas de dermatologia e neurologia (adulto e pediátrica), reproduzindo ações contínuas de enfrentamento de demandas em áreas médicas especializadas. O presidente da Câmara de Vereadores, Mário Hossokawa, lembrou que “temos recebidos mais elogios que críticas em relação à saúde”. “Isso demonstra que os avanços na área tem alcançado seus objetivos, de atender o cidadão e resolver seu problema”, disse Hossokawa.
O ministro da Saúde, Ricardo Barros, lembrou que os recursos estão consolidados para início das obras. “Pensamos este projeto há muito tempo e hoje ele entra em sua fase final de conclusão”, disse o ministro, acrescentando que a cidade deve sempre projetar seu desenvolvimento futuro e agir no presente para alcançar seus objetivos. Ricardo Barros reforçou o que já havia dito Ulisses Maia sobre parcerias para fazer a cidade crescer, independentes de posições políticas. “Nosso compromisso é com a cidade”, disse.