“Investimento”

Procurador Geral da Prefeitura de Maringá Luiz Carlos Manzato

No Facebook, Gilmar Ferreira questiona a legalidade e moralidade da doação de R$ 8 mil de um assessor do vereador Homero Figueiredo Lima e Marchese (Pros) para a campanha do chefe. O assessor ganha R$ 8,5 mil mensais.
O ex-procurador jurídico do município, atual presidente do Instituto Ambiental do Paraná, Luiz Carlos Manzato (foto), comentou a propósito da contribuição: “É investimento, apostou na candidatura de deputado e deu certo”. (via Blog do Rigon)