Incêndio em cooperativa de reciclagem pode ter sido criminoso

No início da tarde de sábado (09) um incêndio destruiu parte de materiais depositados em área de reciclagem da Coopervidros, que funciona desde 2012 no Parque Industrial 200, em Maringá.
O material destruído era parte da coleta realizada no sábado e que ainda não havia sido separado. O incêndio, rapidamente controlado, atingiu parcialmente esteira transportadora, mas sem provocar grandes danos. A cooperativa, que emprega 15 pessoas, funciona normalmente. Suspeita-se que o incêndio tenha sido criminoso, conforme declaração de testemunha, que teria visto veículo nas proximidades do barracão pouco antes do incidente.