Homem é detido por agressão física e moral contra servidora municipal

Um homem de 62 anos foi encaminhado na tarde desta quarta-feira (1) à delegacia da Polícia Civil  logo após agredir e xingar uma servidora municipal de Maringá. Pedro Soares desferiu socos contra a servidora que trabalha na Secretaria da Mulher que fica na avenida Papa João XXIII, Centro da cidade.
De acordo com informações de Bruna Suellen Vieira, 32 anos, ela e sua amiga estavam do lado de fora da secretaria quando o agressor passou de bicicleta chamando a amiga de Bruna de “gorda”. De acordo com a vítima, o homem disse “olha lá aquela gorda sorrindo no celular ao invés de falar de Deus”. Bruna tomou as dores da amiga e disse para Pedro Soares cuidar da vida dele.
Neste momento o agressor xingou Bruna de “preta, macaca,  suja, fedida e vagabunda”. O agressor ainda teria dito que não gosta de pessoa de cor “preta”. A vítima relatou na delegacia que assim que recebeu os xingamentos, Pedro Soares desferiu dois socos contra seu rosto. Um servidor que trabalha como motorista na secretaria interferiu para defender sua amiga de trabalho. Populares se juntaram e seguraram o suspeito até a chegada de uma equipe da Guarda Municipal.
Levado para a delegacia, Pedro Soares disse que apanhou de pessoas logo depois de agredir e xingar a servidora, mas ele mesmo confessa que exagerou ao ter usado nomes para ofender a mulher. O agressor foi autuado em flagrante pelos crimes de lesão corporal e injúria racial. De acordo com o delegado Luiz Alves, uma fiança no valor de 5 mil Reais  foi arbitrada para o suspeito pagar para sair da cadeia, mas o pagamento não foi feito até o final do dia. (inf André Almenara)