Hamilton lidera de ponta a ponta e vence no Canadá; Massa bate na 1ª volta

O britânico Lewis Hamilton sobrou no Grande Prêmio do Canadá, na tarde deste domingo (11). Pole position, o piloto da Mercedes liderou de ponta a ponta e subiu na posição mais alta do pódio. Foi a terceira vitória do atleta na temporada.
A Mercedes, aliás, fez dobradinha em Montreal: o finlandês Valteri Bottas foi o segundo. Daniel Ricciardo, australiano da Red Bull, ficou em terceiro.
“Cada ano que eu volto aqui a torcida cresce, a energia é mais forte. Agradeço muito à torcida. Tive aqui minha primeira pole, minha primeira vitória há 10 anos. É um lugar especial“, vibrou Hamilton no pódio, após receber o troféu e beber champagne com Patrick Stewart, ator que interpretou o Professor Xavier, de X-Men, nos cinemas.
Hamilton, além de ter feito um “domingo perfeito”, contou com um pouquinho de sorte. Seu principal rival na temporada, o alemão Sebastian Vettel, que largou em segundo, foi vítima de acidente logo na primeira curva. O holandês Max Verstappen, da Red Bull, tentou ultrapassá-lo logo na primeira curva e danificou o bico da Ferrari de Vettel, que foi obrigado a fazer uma parada não programada nos boxes e caiu para a 18ª posição.
Vettel terminou apenas em quarto. Além do acidente, amargou também erro de estratégia: para tentar recuperação, no mesmo pit stop em que trocou a asa danificada, a equipe apostou em pneus supermacios, devido ao bom rendimento deles nos treinos. Neste domingo, no entanto, a pista estava mais qMassa bate na primeira volta e deixa corrida
O brasileiro Felipe Massa também sofreu acidente na primeira volta, ocorrido nas curvas três e quatro. O piloto da Williams, que havia realizado bom treino classficatório no último sábado e largou da sétima posição no Canadá, foi atingido pelo espanhol Carlos Sainz, da Toro Rosso, e teve de deixar a prova.
Sainz tentou ultrapassar Romain Grosjean, da Haas, mas não conseguiu e colidiu com o francês – na sequência, com o carro desgovernado e em alta velocidade, atingiu o brasileiro. Devido à batida, ambos deixaram a pista. Foi o primeiro abandono de Massa na temporada e o segundo de Sainz.
Não tinha a menor ideia do que estava acontecendo. De repente um carro me pegou em uma velocidade imensa como se alguém tivesse perdido o freio. Conversei com Sainz e ele disse que alguém bateu nele e ele já estava de lado. Mais uma que aconteceu. Falta de sorte. O carro estava muito bem, constante, rápido, preciso“, disse em entrevista ao “SporTV”. (leia mais UOL)