Guia Gastronômico Maringá fortalece o turismo da cidade

Já está circulando o novo guia gastronômico de Maringá. O material com periodicidade trimestral é distribuído nos hotéis e tem como principal objetivo aproximar os visitantes dos restaurantes que a cidade possui.
A gastronomia é uma das bases do turismo tanto para o lazer como para os negócios. A variedade de sabores e dos chefs de Maringá aumenta ainda mais o apelo turístico da cidade.

Maringá tem muitos bares com propostas diferentes, com uma gastronomia diferenciada. O guia serve para mostrar ao visitante que ele também pode usufruir disso. O Boteco do Neco ganhou o primeiro lugar de gastronomia turística do estado do Paraná pelo terceiro ano consecutivo. Ou seja, tanto nós como outros, focam em atender o turista com muita qualidade”, explica Débora Kremmer, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Noroeste do Paraná (ABRASEL) e proprietária do bar Boteco do Neco.

Quando o turista chega na cidade, ele não sabe onde tem um restaurante bom, qual evento tem na cidade e esse é o papel do convention, de informar o visitante. O guia é uma ponte muito interessante. Um material como esse passa muito mais credibilidade e confiança para o hóspede do que um aplicativo”, afirma Alysson Thomasi, presidente do Convention Visitors Bureau e proprietário do Hotel Thomasi.
Segundo Jéssica de Moraes, turismóloga e uma das idealizadoras do material é preciso fortalecer o potencial já existente. “A gastronomia em Maringá já existe. Ela é forte e consolidada. Agora o que ela precisa é ser fomentada como um produto turístico, um diferencial da cidade”.

O Guia Gastronômico Maringá passa a ser uma importante ferramenta de comunicação e serve como o primeiro acesso do visitante para uma experiência gastronômica na cidade.
Como somos prestadores de serviços, um material como o guia gastronômico é essencial para a cidade e para o nosso cliente, porque facilita a informação e traz segurança por sua idoneidade”, explica Sibele Sola, proprietária do hotel Astória.
Para os hotéis o guia serve como um material de apoio porque eles têm muita busca dos hóspedes por lugares para comer e que quase sempre não sabem onde ir.

A intenção é oferecer muito mais que alimentação. É oferecer uma experiência gastronômica. Fazer com que o visitante associe Maringá como um polo gastronômico de alta qualidade. O turismo hoje é experiência”, explica Jéssica que tem experiência em planejamento turístico em mais de 25 cidades brasileiras.

O Guia Gastronômico Maringá é distribuído nos hotéis Ibis, Araucária, Astória, Thomasin, Deville, Metrópole e King Konfort. O material é bilíngue para que os visitantes estrangeiros também consigam ter acesso ao seu conteúdo.