Guarda Municipal evita homicídio em Maringá

O Guarda Patrimonial Paulino Ribeiro, 56 anos, foi  agredido por um morador de rua com uma chave de fenda, depois de evitar um possível crime de homicídio que poderia ter ocorrido na Rua Fernão Dias, defronte ao Albergue Santa Luiza de Marillac. Foi por volta de 16h30 desta terça-feira (08) quando dois moradores de rua começaram a brigar.
O agente que trabalha no Centro Pop percebeu que  um dos suspeitos portava uma chave de fenda e decidiu separar os dois da confusão. Ele então foi atacado violentamente com a ferramenta levando vários golpes na cabeça.

O autor da agressão, André Luis de Almeida Costa, 20 anos, fugiu a pé.
Mesmo ferido e todo ensanguentado, o agente correu e conseguiu dominar o meliante na Rua Alba Guimarães, na Zona 7. O suspeito foi amarrado com ajuda de populares e algemado pelo agente até a chegada do reforço da Guarda Municipal e Polícia Militar.
O agressor confessou ao repórter André Almenara que iria matar seu desafeto com a chave de fenda. “Eu só não consegui matar porque o guarda me segurou“, disse André Luis. Levado à delegacia, os agentes da GM levantaram a ficha do suspeito que tem várias passagens por crimes de furto, roubo, tráfico e receptação.
A vítima recebeu atendimento médico do Siate e foi encaminhado ao pronto socorro do Hospital Santa Rita.