Grupo de trabalho vai acelerar solução de problemas no HU

O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, e o secretário municipal de Saúde, Jair Biato, reuniram-se na manhã desta segunda, 19, com a direção do Hospital Universitário para esclarecer incidente ocorrido na noite da última sexta, quando pacientes conduzidos à instituição por ambulâncias do Samu e do Siate não foram atendidos. O reitor da UEM, Júlio Damasceno, e o superintendente do HU, Vicente Kira, participaram da reunião.

O que aconteceu, não se repetirá”, disse o prefeito, referindo-se ao episódio em que pacientes não foram recebidos no hospital por falta de um cirurgião plantonista. Em nota divulgada na manhã desta segunda, HU atribuiu os problemas à falta de profissionais. “O hospital não consegue contratar e, em consequência disso, não se consegue fechar as escalas de plantão”, diz a nota. O superintendente do HU, Vicente Kira, assumiu a escala na sexta e atendeu os pacientes.

Informado sobre os problemas no HU, ainda na noite de sexta, o prefeito determinou ao secretário de Saúde, Jair Biato, que acompanhasse o desenrolar do impasse e solicitou reunião com dirigentes da instituição para entender melhor as razões do incidente. “A reunião foi excelente. Ajustamos algumas ações imediatas, como a formação de um grupo de trabalho para discutir o reposicionamento do HU na rede de atendimento de emergência”, disse o prefeito.

O secretário de Saúde, Jair Biato, lembrou do comprometimento do HU em não interromper mais o atendimento para não se repetir a situação registrada na última sexta e adiantou que a comissão já começa a trabalhar imediatamente. “Já definimos uma agenda de trabalho para esta semana para discutir formas de contratação de profissionais, mudanças de processos de trabalho e reorganização do fluxo para preservar a excelência no atendimento”, explicou o secretário.