Gleisi Hoffmann e Ricardo Barros criticam Moro

Fernando Tupan comenta que não foi surpresa a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT) publicar em rede social o artigo do Código Pernal sobre corrupção passiva e dizer que incorreu nele o ex-juiz Sergio Moro, ao barganhar vaga no STF.
Surpresa, acrescenta, é ver a declaração do também maringaense Ricardo Barros (PP): “Moro queria o STF. Era difícil sair de juiz de primeira instância para o STF. Causaria rejeição na corporação dos magistrados. Aceitou o ministério da justiça como trampolim e transição. Agora diz que não, desmentindo Bolsonaro, porque quer o lugar dele, a presidência do Brasil”.