Gaeco cumpre mandados na prefeitura e nas casas do prefeito e de secretário de Floresta

Prefeitura Municipal

Nesta sexta-feira (29) o Ministério Público do Paraná, por meio do Núcleo de Maringá do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), cumpriu mandados de busca e apreensão na prefeitura de Floresta (distante 29 km de Maringá).
As ordens judiciais foram requeridas pelo MPPR e expedidas pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná, para subsidiar investigação que apura crimes de corrupção e direcionamento de licitação no Município.
Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, sendo dois na prefeitura – no gabinete do prefeito Ademir Luiz Maciel, o Dê (PSD) e na sala do secretário de administração, Waldemir Durante Junior – e os outros dois em residências: na casa do gestor municipal e na do secretário.
Na prefeitura, foram apreendidos dois notebooks, um celular e documentos. Na casa do prefeito, dois celulares e uma agenda com anotações, e na do secretário, um celular e documentos com anotações. A investigação começou em junho deste ano.