Foragido da cadeia de Cianorte é encontrado enterrado de cabeça para baixo em Mandaguaçu

A Polícia Civil de Mandaguaçu  conseguiu localizar na manhã desta segunda-feira (17), o corpo de um homem cuja a suspeita ser de Alisson Ribeiro de Melo, 24 anos, foragido da cadeia de Cianorte. O corpo da vítima estava enterrado nos fundos de uma chácara na cidade de Mandaguaçu. A cabeça estava separada do corpo. De acordo com os policiais, Alisson foi executado com um tiro na cabeça e depois enterrado por dois homens.
O principal suspeito de ter cometido o crime é Fábio Júnior Martins de Melo, 32 anos, que está preso em Sarandi. Durante a investigação, os policiais descobriram que Alisson fazia parte de uma quadrilha junto com Fábio. A modalidade da quadrilha era praticar crimes de roubo em residências. Na maioria das vezes, os ladrões agiam com violência. Em um dos casos, a quadrilha agiu no Jardim Eco Valley em Sarandi. As vítimas foram amarradas, uma criança foi humilhada pelo bando.
Fábio Júnior participou da troca de tiros com policiais civis de Maringá em 25 de setembro  em Doutor Camargo. Dois bandidos ficaram mortos, Fábio foi baleado mas conseguiu fugir.
Depois de várias semanas, o suspeito foi preso por uma equipe da PM de Sarandi. Fábio seria o chefe da quadrilha e a ordem para matar Alisson teria partido apenas dele.
A Polícia Civil disse que em um dos crimes, a quadrilha reuniu-se após um assalto para dividir os produtos roubados de uma residência. No dia para, repassar a parte de Alisson, Fábio Júnior teria efetuado um tiro na cabeça de Alisson. Para enterrar o corpo da vítima, outro bandido teria ajudado a cavar o buraco. Um dos investigadores que estava monitorando a quadrilha confirmou que Alisson também faria parte de uma facção criminosa, a família desmente. (inf/foto André Almenara)