Ex-secretário de Obras da Gestão Pupin, Roberto Petrucci Júnior, é condenado por corrupção

O ex-secretário municipal de Obras Públicas (gestão 2013-2016) de Maringá, Roberto Petrucci Júnior, foi condenado a cinco anos e quatro meses de reclusão e multa pelo crime de corrupção. A decisão, proferida pelo Juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca, atende ação penal proposta pelo Ministério Público do Paraná, por meio do Núcleo de Maringá do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).
O caso tem como vítima uma pessoa que aguardava indenização do Município por conta da desapropriação de um terreno. O processo encaminhava-se para conclusão e pagamento, quando o então secretário passou a acumular também a pasta de Planejamento e Urbanismo Público – onde tramitava o processo do imóvel a ser desapropriado. O ex-agente público então procurou a pessoa a ser indenizada e exigiu 50% do valor devido pelo Município para finalizar o procedimento – o que daria a quantia de R$ 320.772,16. Ou seja: o dinheiro só sairia se fosse paga a propina.
A vítima não aceitou e denunciou o fato, que resultou na denúncia criminal proposta pelo MPPR e na recente condenação judicial. Nesta semana, o Gaeco foi notificado da sentença.

Injusta
O advogado do ex-secretário alegou que a sentença foi injusta e que pleiteará a reconsideração do Juízo de primeira instância, e caso negativo, buscará reverter no Tribunal de Justiça a decisão.
A única prova do processo é frágil, é apenas a palavra da vítima, que tem interesse político. O ex-secretário nega os fatos, até mesmo porque não tinha poder decisório sobre qualquer pagamento. Faremos o recurso o mais breve possível e comprovaremos a inocência do ex-secretário para que a justiça seja restabelecida. Importante destacar, que o Juízo da 2º Vara Criminal da Comarca de Maringá, decidiu que o ex-secretário poderá recorrer em liberdade, tendo em vista não ostentar maus antecedentes, podendo assim exercer suas atividades como sempre veio fazendo.