Empresários apresentam projeto Aeroporto Digital

Na segunda semana de gestão do prefeito Ulisses Maia e do vice-prefeito Edson Scabora, um grupo de empresários e representantes de entidades de classe de Maringá, fundadores da empresa do terceiro setor Armazém Digital, fizeram um encontro na manhã dessa sexta-feira (13) para apresentar o projeto Aeroporto Digital.
A descrição básica da proposta é criar um espaço para reunir empresários, empreendedores individuais, pesquisadores e alunos de graduação para pensarem juntos o desenvolvimento de projetos inovadores, de acordo com demandas apresentadas tanto pela iniciativa privada como pública.
Na ocasião os empresários solicitaram uma confirmação por parte do Executivo, com relação a cessão feita ano passado do prédio do antigo aeroporto, localizado em frente a Avenida Doutor Gastão Vidigal, para implantar no local toda a estrutura do empreendimento. O nome do projeto já é uma menção a essa edificação, por isso, aeroporto digital.

Armazém: O Armazém Digital Maringá (AD), cujo intuito do projeto é criar um Parque Tecnológico de Tecnologia da Informação, propôs o Aeroporto Digital para estruturar sua base de laboratório de novas ideias. Quanto ao próprio AD, ainda sem data para início de sua execução, por conta da ausência da cessão definitiva do antigo IBC da União ao município, acredita que o vultoso espaço público a ser cedido em caráter definitivo não seja suficiente para abrigar o laboratório de produção de novas ideias, em razão da ocupação prever apenas 40 empresas e a instalação de um shopping de serviços. Instituído em 2015 como entidade, o AD será responsável pela gestão do complexo Armazém Digital, cuja composição de cargos de administração são ocupados por representantes de instituições como CODEM (Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá); CIM (Centro de Inovação de Maringá); Sind-TI; SEBRAE e grupo de investidores privados.