Empresario é preso por matar mulher dentro de motel em Sarandi e jogar o corpo em Mandaguari

Na noite desta quarta-feira (12), por volta das 23h, a Polìcia Civil de Mandaguari através do investigador Ronaldo e do Delegado Zoroastro Nery do Prado Filho, realizaram diligências, no intuito de desvendar um crime de homicídio.
Luana Rosa Alves, 30 anos, foi encontrada morta na Estrada Promessa em Mandaguari. Segundo informações da Polícia Civil, o empresário Paulo Roberto de Almeida, de 29 anos, foi detido em sua residência, próximo a Praça Bom Pastor onde de imediato confessou o crime.

Segundo o autor, ele teria marcado um programa com a mulher pela internet, indo ao encontro dela até a cidade de Sarandi em um motel, e após duas horas no local, houve uma discussão após a relação, onde a garota de programa ao perceber que se tratava de um empresário, passou a extorqui-lo, segundo ele; pedindo dinheiro a mais do que o combinado, e ainda teria ameaçado contar para a sua esposa, foi quando o empresário desferiu um soco no rosto da mulher que quebrou seu nariz, na sequência a estrangulou.  Paulo levou o corpo até a Estrada Promessa, zona rural de Mandaguari.
Equipes da Polícia Civil tiveram acesso às imagens internas do motel e constataram que o homem saiu sozinho do local em um veículo FIAT/Uno de cor prata, onde havia manchas de sangue.
O assassino será  acusado pelo crime de feminicídio e está preso na Delegacia do município de Mandaguari.  (inf/foto Mandaguari News/Portal do Tossinha)