Emanuel recebeu o título de cidadão benemérito do Paraná

28

Maior nome da história do vôlei de praia, modalidade esportiva em que conquistou praticamente todos os títulos possíveis, Emanuel Fernando Scheffer Rego foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Paraná na última segunda-feira com o título de Cidadão Benemérito do Estado.
Conforme iniciativa do deputado Evandro Araújo (PSC) aprovada pela unanimidade dos parlamentares, a outorga do título aconteceu no Plenarinho da Casa, no final da tarde, em cerimònia presidida pelo deputado Claudio Palozi (PSC).
Para o deputado Evandro Araújo, “Emanuel é uma das maiores referências do esporte brasileiro, um exemplo de dedicação na sua área de atuação. Com sua técnica marcou a história do vôlei de praia mundial. Grande campeão, defendeu as cores do Brasil por quadras em todo o mundo. Essa honraria que a Assembleia Legislativa oferece a Emanuel é uma forma de homenagear seus feitos e por colocar o Paraná diversas vezes no ponto mais alto do pódio”.
Agradecendo a homenagem, que recebe como reconhecimento pelos anos em que se dedicou ao esporte como jogador, Emanuel, que no presente faz um curso de pós-graduação em gestão esportiva, conta que sua vida continua girando em torno do vôlei. Através do ECCE Instituto, criado há dez anos, ele desenvolve o projeto “Leões do Vôlei”, dirigido às crianças da rede pública municipal de Curitiba. Com apoio do Mate Leão, o programa já atendeu mais de 8 mil crianças. São 1.200 por ano, que têm a oportunidade de um contato maior com o esporte: “Esporte e educação, essa é a minha bandeira”, resumiu.

Multicampeão
Nascido em Curitiba, em 15 de abril de 1973, Emanuel iniciou sua vitoriosa carreira aos 18 anos, no vôlei indoor, jogando pelo Clube Curitibano. Em 1991 começou a fazer paralelamente o vôlei de praia. Despontou para valer em 1994, ao lado de Aloísio, conquistando o Brasil Masters. Sagrou-se campeão da temporada 1994/1995 ao lado de Zé Marco, com quem disputou a Olímpiada de Atlanta (EUA), ficando em 9º lugar.
Em sua parceria mais fecunda, com o baiano Ricardo, conquistou o ouro no Campeonato Mundial de 2003. Repetiu a façanha em 2004, após dois anos de treinamento intensivo, na Olimpíada de Atenas, na Grécia. Em 2008, nos jogos de Pequim, obtiveram a medalha de bronze. Até 2009 a dupla foi campeã das principais competições da modalidade, dentro e fora do país: ouro nos Jogos Panamericanos do Rio (2007), três títulos do Circuito Brasileiro (2002/2003/2006) e cinco no Circuito Mundial (2003/2004/2005/2006/2007). Juntos ainda venceram o circuito brasileiro na temporada 2014/2015.
Em 2012, ao lado de Alisson, Emanuel ainda conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Londres. Dentre os inúmeros prêmios que colecionou ao longo de uma brilhante carreira, Emanuel conta também com o de Atleta da Década de 1990, conferido pela Federação Internacional de Vôlei. É o recordista mundial da especialidade, com nada menos que 155 títulos conquistados. Em outubro de 2016 teve seu nome imortalizado no “Hall da Fama” do vôlei, por indicação unânime do Conselho de Diretores do International Volleyball of Fame.
É casado com a também medalhista Leila Barros e tem dois filhos, Mateus e Lukas. (Sandra Pacheco/foto Pedro de Oliveira)