Elza Soares apresenta show A Voz e a Máquina

Na sexta, 9 de março, às 22h30, na Casa Natura Musical, a cantora Elza Soares apresenta a nova versão do seu show A Voz e a Máquina, acompanhada por dois magos da música eletrônica e um guitarrista. Este é um dos vários shows que a Casa Natura Musical dedica, em março, às mulheres, como Angela RoRo (em 2 de março), As Bahias e a Cozinha Mineira e Luedji Luna (8), Mostra Sêla (11), Mulher Eu Sei, com Chico César, Margareth Menezes e Elba Ramalho (22), Francis e Olivia Hime (24), entre outros.
Eleita em 2000 como a “Melhor Cantora do Milênio” pela BBC, de Londres, e do alto das suas seis décadas de carreira, Elza Soares vive, atualmente, a apoteose de uma vida dedicada à música. Não à toa, Elza Soares é reverenciada como uma artista à frente de seu tempo. A nova versão do show A Voz e a Máquina é uma das provas disso. Acompanhada por dois músicos da cena eletrônica e um guitarrista, o quarteto é ao mesmo tempo minimalista na formação e completo musicalmente como uma orquestra, em arranjos sob medida para a voz da Diva Pop.
Samples, loops, drum machines, synths e a voz processada, desconstruída e reconstruída pelas máquinas musicais. Tudo isso embalado por uma surpreendente sequência de mapping projeções em um cenário totalmente branco que ganha as mais variadas formas levando o público a viajar durante o show. Após dedicada pesquisa sobre a música eletrônica, Ricardo Muralha e Bruno Queiroz adicionaram ao show controladores midi de diversas naturezas, tablets e possibilidades em ”loop” de todos os instrumentos, somado às guitarras do produtor musical Caesar Barbosa, resultando em arranjos originais e orgânicos.

Este show de Elza Soares na Casa Natura Musical é uma reunião de clássicos de sua carreira, além de hits do momento em releituras descoladas como Computadores Fazem Arte, A Carne, Mulher do Fim do Mundo, Saltei de Banda e outros clássicos, como Hoje é dia de festa, Língua
e Naughty Girl. O show ganha um tom ainda mais emocionante quando Elza Soares protesta em verso e prosa contra as mazelas da sociedade em músicas como Não Recomendado.