Eleita Garota Country 2018

A estudante de odontologia Vitória Panerari foi eleita neste sábado (21) a Garota Country 2018 da 46ª Expoingá – Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá. Ela também levou o título de Melhor Traje, enquanto Mayara Caroline de Oliveira foi eleita 1ª Princesa e Hevelyn Navarro Nicoleti, 2ª Princesa. Beatriz Santiago conquistou a faixa de Garota Simpatia e a Preferida dos Internautas foi Joyce Dalosse.
O Concurso Garota Country é uma tradição que acompanha a Expoingá há 31 anos. Onze candidatas concorreram à final, que aconteceu durante o Baile Country, realizado pela Sociedade Rural de Maringá, no Centro de Eventos do Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro.
Centenas de pessoas, entre convidados das candidatas, sócios da SRM e representantes da sociedade maringaense prestigiaram o evento e torceram pelas candidatas.
Beleza, charme, elegância e desenvoltura contaram pontos na hora da avaliação dos jurados. A Comissão Julgadora foi composta por onze membros, todos ligados à área da beleza e estética.
A vencedora do prêmio principal, além do prestígio e da oportunidade de representar a entidade rural e uma das maiores feiras agropecuárias do Brasil, ganhou também uma premiação no valor de R$ 2 mil. Todas as outras participantes também foram presentadas.

Ao receber a faixa de Garota Country, Vitória Panerari disse que realizou um sonho e está preparada para representar com muito orgulho a 46ª Expoingá.
As eleitas vão representar a beleza, nos 12 dias da exposição agropecuária, que acontece de 03 a 14 de maio. A garotas se farão presentes nos principais eventos da feira e nos variados espaços do Parque de Exposições, que reúne este ano cerca de 1,3 mil expositores e deverá receber em torno de 600 mil visitantes.
Para a presidente da Sociedade Rural de Maringá, Maria Iraclézia de Araújo, o concurso foi um sucesso. “Tivemos mais de 200 candidatas interessadas em disputar o título e chegamos a uma final bastante concorrida. Todas as garotas são lindas e vão dar glamour à nossa feira”, comentou.
A diretora social da SRM, Adriane Dallagnol, agradeceu o apoio e prestigio da sociedade maringaense. “O nosso concurso já tem uma história na cidade, as pessoas valorizam e gostam de acompanhar. Ficamos satisfeitos com o envolvimento do público”, afirmou.

O Concurso foi uma realização da Sociedade Rural de Maringá com apoio do Diário do Norte do Paraná.