Diretor da GM é exonerado

Foram diversas as manifestações em redes sociais e por telefone de amigos e principalmente de companheiros da Guarda Municipal de Maringá em solidariedade ao diretor Reginaldo Souza que deixou a coordenação da instituição esta semana.
Reginaldo Souza gostaria aqui de registrar o meu agradecimento à vc que lutou como nunca para ver a GM respeitada e admirada e que infelizmente forças ocultas e invejosas se levantaram contra vc mas eu vi e sei que vc fez de tudo para colocar a GM com toda dificuldades na rua pra servir a população de Maringá e fez em 100 dias pela GM o que nunca fizeram em mais de oito anos . Vc sai do comando da GM sim mais sai de cabeça erguida e com o sentimento de que se não fez mais foi por que não permitiram. Parabéns pelo seu empenho e dedicação. Conte comigo porque juntos somos fortes“, publicou o agente Araújo em sua página no Facebook (foto).
Reginaldo atuou veementemente contra irregularidades na GM e denunciou perseguições que ocorriam no setor. Luta bravamente pela instituição e sempre desejou que os agentes e a Guarda tivessem o merecido destaque e reconhecimento pela sociedade.
O ex-diretor da GM foi mais um dos voluntários que abraçaram a campanha do prefeito eleito Ulisses Maia, inclusive recebendo no ano passado abertura de processos administrativos contra si por tal posicionamento na última eleição.
Os motivos de sua saída do Comando da GM não foram divulgados pela administração municipal. Um grupo de amigos formado por lideranças comunitárias tenta ainda reverter a destituição junto ao prefeito.