Maringá agora tem prefeito; desta vez quem levou chamusco foi secretário de Segurança Pública

(foto André Almenara)

Na reunião convocada pelo Governo do Estado nessa manhã (26) na sede do 4ºBatalhão da Policia Militar em Maringá, foi a vez do secretário de Segurança Pública, Wagner Mesquita, levar chamuscada do prefeito Ulisses Maia.
O encontro foi para anuncio oficial da vinda de 10 viaturas para a PM divulgada pelo Governo, que ocorrerá somente no mês de novembro, e também para apaziguar a situação depois da polêmica reunião da última quarta-feira (23) no Paço Municipal onde o Tenente Coronel Enio Soares, Comandante do 4ºBPM, disse a frase que correu o país; “Eu não tenho vergonha de dizer, estou preferindo comer pizza em casa“.
Após discurso do prefeito de Maringá, usou a palavra o delegado da Policia Federal e secretário Wagner Mesquita, tudo transcorria tranquilamente nas falas das autoridades, mas Mesquita quis dar lição de como gerir a cidade, dizendo que a administração deveria investir em educação e no social para diminuir a criminalidade, e que problemas e reivindicações da área de segurança pública deveriam ser canalizadas ao Conselho de Segurança Pública de Maringá (Conseg). A resposta imediata de Ulisses, sentado a mesa com a governadora Cida Borghetti, foi que justamente o Conseg, através do seu presidente Coronel Antonio Tadeu Rodrigues, havia reclamado da demora das respostas para solicitações e ofícios encaminhados a secretaria de Segurança.

(foto Agnaldo Vieira)

O princípio de bate-boca cessou com a intervenção da Coronel Aldilene Rosa Rocha acalmando os ânimos, na sequência a governadora em exercício Cida Borghetti lembrou que o fato será verificado pelo seu gabinete, o porque da demora no atendimento ao requerimento do Conseg.