Deputados usam verba em pizzarias e churrascarias durante feriado

Os deputados federais Vermelho e Ricardo Barros e a ex-governadora Cida Borghetti estiveram no bem bom da vida no Uruguai..
A foto com a turma – e nela aparece o empresário Idenilso Rossi, da Sial, sócio do ex-prefeito de Maringá, Roberto Pupin (PP) e que constrói o terminal intermodal urbano em Maringá – foi publicada no Instagram de uma curitibana. Lembra que Vermelho (PSD) elegeu-se por Foz do Iguaçu porque o eleitorado ainda não sabia que ele deve aos cofres da União R$ 35 milhões de impostos não recolhidos. Ricardo Barros foi recentemente denunciado por improbidade administrativa em duas ações civis públicas do Ministério Público Estadual, e também é alvo de investigação do MPF por conta de sua passagem pelo Ministério da Saúde.
O texto é linkado a uma reportagem de Fernando Mellis no site R7, que constata que alguns deputados federais foram pegos de “calça curta” fazendo cambalachos envolvendo despesas com refeiçoes em períodos em que não estavam a serviço da coletividade. A Câmara Federal reembolsou mais de R$ 80 mil em despesas com refeições em março, sendo que alguns gastos ocorreram em dias de folga dos parlamentares.
Vermelho é um dos campeões de gastos com reembolsos de alimentação nos dois primeiros meses de mandato. Ele foi reembolsado em R$ 871,49 por refeições em um fim de semana no Uruguai, nos dias 30 e 31 de março. As notas fiscais apresentadas incluíam pratos como risoto de camarão, carnes e vinhos. (leia mais R7)