Chuva continua até sexta-feira no Paraná e frio chega no fim de semana

O tempo deve continuar instável nos próximos dias em todo o Paraná, com previsão de queda das temperaturas a partir de sábado (10). De acordo com o Simepar, as chuvas permanecem no Estado até a manhã da sexta-feira (9), acompanhadas de rajadas de vento e descargas atmosféricas (raios), principalmente nas regiões Leste e Nordeste. As chuvas devem cessar um pouco antes, na quinta-feira (8), apenas no Oeste e no Sudoeste.
O mau tempo que chegou tímido na segunda-feira (9) ganha força a partir de quarta-feira (7) devido à influência de um sistema de baixa pressão que atua entre o Paraguai e o Norte da Argentina. “Existem dois tipos de massas de ar frio, as continentais e as marítimas. A que está em atuação no Estado é a continental, que se deslocou pela Argentina. Ela consegue ter mais força e maior abrangência. Por isso, as chuvas são generalizadas”, explicou o meteorologista do Simepar, Tarcízio Valentin da Costa.
Conforme o final de semana se aproxima, as temperaturas caem. Na quinta-feira, os termômetros devem registrar uma queda geral de 1°C em todo o Paraná e, na sexta-feira, a máxima não ultrapassa 18°C em Curitiba e 24°C em Paranavaí. A sexta-feira, já sem a presença de chuvas em todas as regiões, será de temperaturas amenas, com média em 15°C. “Normalmente as mínimas são registradas na madrugada, quando a terra começa a perder energia, mas desta vez as temperaturas ficam mais baixas a partir da meia-noite de sexta-feira”, adiantou Tarcízio.
Segundo as previsões, o sábado (10) será o dia mais frio do ano com possibilidade de temperaturas negativas na região Centro-Sul do Estado. Guarapuava apresentará a menor temperatura com -1°C, seguida por Pato Branco, com zero grau, e Ponta Grossa registrando 1°C. A máxima no Estado não passa dos 22°C no Norte e dos 21°C na Capital. O domingo (11) permanece gelado com temperatura média de 11°C. Como não haverá chuva, o meteorologista descarta a possibilidade de neve. “Ainda não será dessa vez”, afirmou.

Alertas – De domingo (4) a terça-feira (6), a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (Cepdec) registou ocorrências em função das chuvas em sete municípios – Candói, Chopinzinho, Marilândia do Sul, Pitanga, Querência do Norte, Reserva do Iguaçu e Rio Bonito. Ao todo, 119 residências sofreram avaria. Foram, afetadas 502 pessoas e 19 ficaram desalojadas, ou seja, na casa de parentes ou amigos.
O município mais atingido foi Chopinzinho, que registou tempestade com granizo no domingo (4), afetando 280 pessoas. Reserva do Iguaçu teve a maior quantidade de casas danificadas – foram 26.
Nesta terça-feira (6), dois alertas de temporais foram emitidos pela Defesa Civil, um para Curitiba e Região Metropolitana e outro o Oeste do Paraná. Porém, com a permanência das chuvas, a Defesa Civil alerta também para o risco de deslizamentos e alagamentos provocados pelo acumulado de água em todo o Paraná.
“As pessoas que moram próximas a áreas de risco devem ficar atentas. Caso percebam algo incomum, entrem em contato com a Defesa Civil do município ou com o Corpo de Bombeiros”, orienta o subchefe do Setor Operacional da Cepdec, tenente Marcos Vidal.