Chapecoense diz que ônibus que se acidentou em Maringá não pertence ao clube

Um ônibus adesivado com o escudo do time catarinense Chapecoense bateu contra uma árvore na tarde deste domingo (3), na Avenida Alziro Zarur, em Maringá.


Apesar da identificação, o clube publicou no Twitter uma nota esclarecendo que o ônibus não pertence ao clube. “De qualquer forma, reforçamos o nosso desejo de que nada de grave tenha ocorrido e torcemos pela rápida melhora das vítimas“, disse o clube.
Segundo um oficial do Corpo de Bombeiros de Maringá, todos os três ocupantes do ônibus ficaram feridos. O motorista ficou preso entre as ferragens. Os outros dois homens também foram socorridos e retirados por uma janela. O Corpo de Bombeiros usou uma escada para retirar as vítimas. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital Universitário e Bom Samaritano. Ainda não se sabe as causas do acidente, mas há suspeita de falhas no sistema de freios.
O Corpo de Bombeiros confirmou que o ônibus não transportava atletas de futebol. “Não se trata de ônibus de time de futebol, mas não sabemos ainda a procedência, pois concentramos os esforços no resgate“, disse o oficial.
A Escolinha Chapecoense de Futebol de Cianorte também esclareceu em sua fanpage que o acidente não envolveu ninguém da escola, reiterando o desejo de recuperação das vítimas.
O que chamou a atenção da Policia é o fato do veículo ser adesivado com logo do time catarinense e ter somente três poltronas no interior do ônibus. Policiais levantaram a suspeita que o veículo possa ser usado para contrabando ou tráfico. Uma investigação e perícia serão feitas pelos investigadores e peritos da Policia Civil de Maringá. (inf André Almenara|)