Cenas fortes: Cadeirante é morto por relacionamento sexual com adolescentes

cadeirante-adolescenteUm cadeirante de 42 anos foi morto com tiro no rosto dentro do apartamento onde morava, no município de Simões Filho, região metropolitana de Salvador (BA), na noite da quinta-feira (8). As informações foram passadas pelas Polícias Civil e Militar nesta sexta-feira (9).
De acordo com a PM, o corpo de Eduardo Santos Silva foi encontrado por uma vizinha, por volta das 21h. A mulher acionou a polícia e contou que alguns objetos, como a televisão da vítima, não estavam no apartamento, informou a PM.
De acordo com informações, Eduardo teria perdido o aparelho celular em uma rua do bairro. A pessoa que encontrou conseguiu visualizar diversas fotografias e vídeos, onde ele violentava garotas da região, todas menores de 12 anos. O caso, rapidamente, ganhou repercussão na comunidade. As imagens foram espalhadas pela rede social Facebook e pelo aplicativo WhatsApp.
Segundo relatos enviados, um grupo formado por cerca de três homens teria se dirigido até à residência do acusado para questioná-lo sobre o caso. Algumas perguntas foram feitas à cerca dos vídeos e fotos encontradas no celular. Eduardo Campos teria afirmado que errou, sugerindo a participação no crime de pedofilia, quando um dos homens apontou um revólver e efetuou um disparo no rosto do cadeirante, que morreu na hora. (inf Berimbau Noticias)