Câmara de Itambé recebe projeto de lei de iniciativa popular sobre o lixo

41

Será protocolizado nesta sexta-feira (04) pela manhã na Câmara Municipal de Itambé um projeto de lei de iniciativa popular, na área do meio ambiente, que segue a experiência de Maringá.
O protocolo terá a presença de pessoas que apoiam a proposta de elaboração de um plano municipal de gestão integrada de resíduos por parte do poder Executivo.
O projeto também incorporou a proibição do recebimento de resíduos, classe I e Classe II, que tenham sido produzidos fora do território municipal de Itambé, nos mesmos moldes da recente lei municipal de Sarandi.
Itambé produz próximo de 3,5 mil quilos de lixo por dia, ou seja, um pouco acima de 1,5%, do total produzido por dia em Maringá ,que é de 300 toneladas/dia.
Nesta sexta-feira o comércio deve baixar as portas por 15 minutos. O protocolo do projeto, com a assinatura de mais de 5% dos eleitores daquela cidade, será realizado na câmara municipal por volta das 10h. A organização do evento popular informou que a população está mobilizada para ocupar as ruas. O pessoal é a favor do aterro sanitário, mas não de cuidar do lixo de outras cidades.
O presidente do Legislativo, José Castaldelli (Dinda), lerá o projeto no início da próxima sessão ordinária, na segunda-feira, quando então a matéria será encaminhada para as comissões permanentes, antes de ir à votação.