Aparelho de radar em Maringá é alvo de tiros

A Polícia Civil de Maringá abriu um inquérito para apurar os tiros que foram dados contra um radar fixo de velocidade que foi instalado na avenida Alexandre Rasgulaeff, no Jardim Alvorada.


Seis disparos atingiram o aparelho. Ainda não se sabe se o criminoso agiu a pé ou com uso de algum veículo. A polícia que já está investigando o atentado quer descobrir a identidade do suspeito e qual arma de fogo foi usada para atingir o equipamento. Nenhum estojo de arma foi encontrado.
Em setembro de 2013, um homem revoltado quebrou um radar móvel que um agente de trânsito de Maringá usava para fiscalizar em avenida na cidade. O suspeito foi detido e encaminhado para a delegacia da Polícia Civil. Um outro fato também foi registrado na cidade onde um motoboy na época quebrou um radar fixo na avenida Cerro Azul e levou uma parte do equipamento para sua casa. A própria esposa chamou a PM e o suspeito foi preso em flagrante. (inf/foto  André Almenara)