Aliança encontrada é do senhor Afonso Lourenço Garcia desaparecido há 73 dias

A Polícia Civil de Maringá esteve na manhã deste sábado (30) em um terreno baldio no Jardim Espanha, para checar uma informação que recebeu de um morador. Um investigador  da Delegacia de Homicídios quando chegou localizou restos mortais de um corpo humano, provavelmente de um homem.
O morador que encontrou a ossada disse que mais ou menos há 12 dias foi colocado fogo no local, e só por isso conseguiu visualizar os restos mortais. No mês passado, a Defesa Civil de Maringá com apoio de outros órgãos de segurança realizaram uma força-tarefa para tentar localizar o senhor Afonso Lourenço Garcia, 71 anos, que desapareceu em 19 de julho no Jardim Botânico, em Maringá.  O idoso sofria de uma doença similar ao Alzheimer.
Um dos locais checado pela Defesa Civil no dia foi esse mesmo terreno onde nada foi encontrado. A polícia acredita que possa ser a ossada da vítima. Já a perita criminal que esteve no local examinando os restos mortais ficou em dúvida. Um exame de arcada dentária será feito para confirmar se a ossada humana é do senhor Afonso ou não. Os restos mortais foram recolhidos e encaminhados ao IML de Maringá.


A perícia encontrou próximo dos ossos uma aliança com o nome de Ivanir com a data de casamento de 20 de junho de 1970. Ivanir é a esposa de Afonso Garcia. A aliança foi apreendida e encaminhada para a Delegacia de Homicídios. A família já foi comunicada sobre a localização da ossada e da aliança. (inf/foto André Almenara)