Alexandre Pires anima a Expoingá

O pagodeiro romântico Alexandre Pires animará a noite desta terça-feira,14, da Expoingá, com o show “O Baile do Nego Velho”. A atração terá duração de três horas, com uma mistura de ritmos dos maiores sucessos dos anos 1990 e alguns hits mais recentes, tanto composições autorais, como músicas dos amigos. Os sucessos “Quero te Encontrar”, de Buchecha; “Geral” do Terra Samba; “Domingo”, do Só Pra Contrariar e “Cheia de Mania” do Reaça Negra estarão na apresentação para deixar os nostálgicos mais felizes.
Pires nasceu no dia 8 de janeiro de 1976, em uma família de extrema musicalidade. Ele deu seus primeiros passos na carreira musical em 1989, quando decidiu fundar o grupo de pagode Só Pra Contrariar, com amigos de Uberlândia, interior de Minas Gerais, e alguns familiares como o irmão Fernando Pires, que viria a ocupar o posto de baterista do grupo (e mais tarde de vocalista, quando o irmão partiu em carreira solo).
A escalada do grupo nas paradas foi vertiginosa. Das concorridas apresentações em cidades mineiras e de estados vizinhos para o sucesso nacional, decorreram apenas quatro anos. Em 1993, contratado pela gravadora BMG, o grupo lançou seu primeiro disco, SPC – Só pra Contrariar, com Alexandre Pires nos vocais. As faixas “Que se Chama Amor” e “A Barata” logo caíram no gosto popular, projetando o cantor nas rádios e em programas de televisão.
Em 1994, o segundo disco, Só Pra Contrariar, consolidou o sucesso e o de Alexandre em particular, que logo virou ídolo pelo carisma que exibia no palco e nas apresentações televisivas. A faixa ‘Essa Tal Liberdade’ virou hit e mostrou que o pagode pop do grupo não era modismo passageiro.
O músico também tem carreira internacional consolidada nos países da América Latina, Estados Unidos, Portugal, Espanha entre outros.
Os ingressos podem ser encontrados neste site .